Cloud Impulsiona e Mercado de ERP prevê Receita de R$ 2,04 bi em 2011 | E-Consulting Corp.
Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Clound Computing, Outubro, 2011

O ERP (pacote de gestão empresarial) ainda é um dos carros-chefes da Tecnologia da Informação e impulsionado por novos serviços como Software como Serviço (SaaS) e computação na nuvem deverá registrar um crescimento de 14,2% em 2011 no mercado brasileiro, com uma receita estimada de R$ 2,04 bilhões, estima a e-Consulting, empresa brasileira de consultoria, que realizou um estudo sobre o mercado de ERP no Brasil até 2014.

O levantamento mostra que, nos últimos três anos, o mercado brasileiro de ERP faturou R$ 4,72 bilhões, o que representa um crescimento de 26,5% no período. E mais: nos próximos três anos, a tendência é de alta com impulso na taxa de dois dígitos, o que leva a prever que, em 2014, o setor terá um faturamento de R$ 3,02 bilhões.

“Nos próximos anos observaremos um crescimento acentuado das vendas para as médias empresas, à medida que se acentua a busca pela profissionalização da gestão.”, salienta Thiago Assis, analista sênior da E-Consulting e gerente do estudo. O estudo aponta que o desenvolvimento local para o mercado de ERP acontecerá pela combinação de dois fatores: a forte demanda de clientes e a expansão do portfólio de produtos dos principais fornecedores via aquisições de players menores e nichos.

“Mesmo consolidado como tecnologia, o ERP ainda é um dos carros-chefes da TI, seja por conta de seus rollouts, seja por seus upgrades e versionamentos. Novas funcionalidades e integrações, novos modelos de serviço (como SaaS e Cloud), incorporação às novas tecnologias digitais, como redes sociais e mobilidade, e a guerra pelo middlemarket deverão aquecer o mercado no próximo ano”, completa Daniel Domeneghetti, sócio fundador da E-Consulting.

Fonte: Clound Computing

Os comentários estão fechados.

Scroll to Top