Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

COMPUTERWORLD, Outubro, 2011

Projeções são de realtório da E-Consulting Corp, que estima que negócios no País vão crescer 16,6% até dezembro.

Os negócios com Business Intelligence no Brasil deverão aumentar 16,6% em 2011. As projeções são de pesquisa realizada E-Consulting Corp. que, estima que esse mercado movimentará 476 milhões de reais no País até dezembro. Até 2014, a consultoria projeta que a receita do setor alcançará 748 milhões de reais, com expansão superior a 57%.

Segundo a consultoria, o segmento de BI está entre os poucos segmentos da TI que têm crescido a taxas superiores a dois dígitos no País. Nos últimos três anos, o mercado brasileiro de BI faturou 1,07 bilhão de reais, o que representa um crescimento de 33% no período.

O sócio fundador da E-Consulting, Daniel Domeneghetti, constata que o uso de BI é cada vez mais o tema central nas ofertas de TI, por sua forte correlação com o negócio. As análises mostram que os players do mercado têm feito diversas aquisições e em suas mensagens de marketing global é possível prever o surgimento do BI como uma das aplicações mais relevantes para os próximos anos.

Domeneghetti observa que a informação pronta para o uso, no formato e  ambiente ideal é um diferencial perseguido pelas empresas. “Conhecimento de valor é aquele que possibilita decisões relevantes. O histórico de performance da companhia, seus produtos e serviços, bem como as informações gerenciais, de mercado e forecasts relevantes precisam, cada vez mais, compor o painel de decisão dos executivos”, ressalta.

O executivo acredita que para isso acontecer, as informações precisam ser inteligíveis e úteis. “Hoje as empresas possuem uma infinidade de dados em seus sistemas, mas pouca informação efetivamente de valor é extraída e beneficiária. E olha que a demanda por tratamento de dados não estruturados a incorporação de conhecimentos externos à companhia, como o advindo das redes sociais, só agora está ganhando pequena relevância.”, completa.

Fonte: COMPUTERWORLD

Os comentários estão fechados.

Scroll to Top