Facebook atinge 25 milhões de seguidores no Brasil | E-Consulting Corp.
Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Correio Braziliense, Agosto, 2011

Especialistas têm dito: se fosse um país, o Facebook seria o terceiro mais populoso do planeta. Com 750 milhões de usuários ativos no mundo, o site de relacionamentos atingiu a marca de 25 milhões de seguidores no Brasil nesta semana. A legião de seguidores é maior que na África e na Oceania, onde a rede social tem, respectivamente, 23,6 milhões e 11,5 milhões de adeptos. O mercado aposta que, diante da expectativa de aumento da base de internautas no país, a adesão à ferramenta criada por Mark Zuckerberg poderá ainda dobrar até o fim do ano.

“O brasileiro definitivamente aceitou o Facebook como rede de relacionamento. O ritmo de crescimento dos últimos meses é surpreendente”, comentou Alexandre Hohagen, vice-presidente da companhia. “O percentual de internautas que usam o site ainda é baixo perto do total de usuários da web. Há ainda um espaço enorme para crescermos”, afirmou. Dados da consultoria E-Consulting indicam que o número de internautas brasileiros chegará a 91,2 milhões este ano — em 2010, eles eram 74,8 milhões —, dos quais 51% usarão redes sociais.

Ex-integrante do Google, Hohagen chegou em fevereiro à empresa e, desde então, vem montando a estrutura do grupo norte-americano no país. Esta semana, inaugurou escritório em São Paulo, com 16 profissionais, e está à procura de novos cérebros para aumentar a equipe. Além de alinhar a empresa com a matriz em Palo Alto, na Califórnia, o desafio será atrair os usuários do Orkut, site de relacionamentos do Google, líder do segmento no Brasil. Daniel Domeneghetti, sócio-fundador da E-Consulting, avalia que os negócios de Zuckerberg estão chegando tarde no Brasil, mas há espaço para crescimento, porque a possibilidade de experimentação gratuita atrai o usuário.

Celulares
Para ganhar mercado, Hohagen partirá em busca dos anunciantes, principal fonte de receita do site, cujo modelo é voltado para publicidade, desenvolvimento de aplicativos e produtos sociais, uma estratégia interessante em relação ao seu concorrente, na opinião de Domeneghetti. “As empresas preferem anunciar no Facebook do que no Orkut”, observou. Um exemplo dessas parcerias são as com jornais e sites de notícias, que utilizam a plataforma do Facebook para compartilhamento de conteúdo nos murais dos usuários. “Estamos, agora, buscando novas oportunidades de negócios”, disse Hohagen.

Uma das apostas está nas operadoras de celulares. Dos 750 milhões de usuários ativos no mundo, mais de 250 milhões acessam o Facebook pelo telefone móvel. Há duas semanas, a companhia lançou no país um aplicativo que permite aos donos de aparelhos menos sofisticados o envio e a leitura de mensagens de texto. “Isso permitirá uma maior popularização do site, principalmente para quem ainda não tem smartphone”, comentou Hohagen. TIM e Oi foram as primeiras a oferecer o aplicativo.

Bloqueio na conta
O juiz Augusto Cezar de Luna Cordeiro Silva, da 1ª Vara da Comarca da cidade de Várzea Alegre, no Ceará, bloqueou R$ 225 mil das contas da Google Brasil Internet. O despacho atendeu a um pedido do prefeito da cidade, José Helder Máximo de Carvalho, que, insatisfeitos com três blogs hospedados pelo Google, acionou a empresa para a retirada do conteúdo da rede mundial. Da decisão, ainda cabe recurso.

 

Fonte: Correio Braziliense

Os comentários estão fechados.

Scroll to Top